ADVENTO – Presença do Senhor em seus mistérios

ADVENTO – Presença do Senhor em seus mistérios

ANO LITÚRGICO – ADVENTO
Presença do Senhor em seus mistérios

A liturgia é o principal meio da presença do Senhor em sua Igreja [cf. SC 7]. Mas Cristo se faz presente não somente com seu poder de salvação na Palavra e nos Sacramentos, especialmente na Eucaristia, mas também em cada um dos mistérios que a Igreja celebra no ano litúrgico [cf. SC 102]. Essa presença não é meramente subjetiva e limitada à contemplação reflexiva e afetiva dos aspectos dos mistérios de Cristo que estão sendo comemorados, mas encerra certa eficácia savífica objetiva: “Relembrando destarte os mistérios da redenção, a Igreja franqueia aos fiéis as riquezas do poder santificador e dos méritos de seu Senhor, de tal sorte que de alguma forma os torna presentes em todo tempo, para que os fiéis entrem em contato com eles e sejam repletos da graça da salvação” [SC 102].

As festas e os tempos litúrgicos não são “aniversários” dos fatos da vida histórica de Jesus, mas “presença in mysterio”, isto é, na ação ritual e em todos os sinais litúrgicos. Os fatos e palavras realizados por Cristo em sua existência terrena não se reproduzem mais, mas enquanto ações do Verbo encarnado são acontecimentos salvíficos [kairoi] atuais e eficazes para aqueles que os celebram.

Advento

O Advento é desconhecido em Roma antes do século VII. O Natal não tinha preparação especial. As primeiras notícias de alguma preparação para o Natal vêm do Concílio de Zaragoza [380 d.C.].

O Tempo do Advento começa quatro semanas antes do Natal, dentro do mês de novembro. Compõe-se de quatro semanas vindo a terminar no dia 24 de dezembro. A cor das vestes litúrgicas é o roxo. É tempo de purificação da vida pela oração e penitencia, em preparação do nascimento do Salvador. Pela justiça e pela verdade, preparam-se os caminhos do Senhor. As personagens bíblicas em destaque são: o profeta Isaías, João Batista e a Virgem Maria.

O tempo litúrgico do Advento nos chama a refletir sobre o grande mistério da encarnação do Verbo [Jesus Cristo]. Jesus nasce e o seu Natal nos convoca a vivermos a união, buscando a justiça e a paz.

Participar da celebração eucarística no Tempo do Advento significa acolher e reconhecer o Senhor, que continuamente vem ficar no meio de nós e segui-lo no caminho que leva ao Pai; a fim de que, com sua vinda gloriosa no fim dos tempos, ele nos introduza todos juntos no Reino, para fazer-nos “tomar parte na vida eterna”, com os bem-aventurados e os santos nos céus.

Durante o tempo do Advento se olha para o Cristo “que vem”, em vários sentidos:

  • Na vinda histórica, acontecida a mais de dois mil anos.
  • Em sua vinda escatológica, a que acontecerá nos fins dos tempos; é nossa esperança atual.

Às vezes são também apontadas outras vindas, como a vinda a cada um pela graça e a vinda sacramental.

Pe. José Altino Brambilla osb
Pároco da Paróquia Santa Rita de Cássia em Presidente Prudente

Fechar Menu