Agradecimento:

É com o coração profundamente comovido e perturbado que hoje venho a vós, ó gloriosa e poderosa Santa Rita. Na hora do perigo, no momento em que estava ameaçada a minha felicidade e a dos que me são caros, a vós roguei com a alma aflita e cheia de apreensão. A vós supliquei, a vós que todos chamam de Santa dos Impossíveis, Advogada nos Casos Desesperados, Refúgio na Última Hora… Não foi iludida a minha confiança em vós.

Agora volto a vós, não mais com as lágrimas do sofrimento nos olhos, mas com alegria e serenidade no coração, para vos ofertar meu infinito reconhecimento. Esta alegria, esta serenidade, a vós as devo, cara Santa, a vós que intercedestes em meu favor junto a Deus, apesar da minha indignidade, e me alcançastes a graça desejada.

Quisera poder melhor exprimir-vos o profundo sentimento de gratidão que enche meu coração, ó Santa milagrosa, ó consoladora dos aflitos, mas a própria emoção causada pela felicidade de ter obtido esta graça paralisa minhas expressões e somente sei murmurar: graças vos dou, muitas graças, mil graças, Santa Rita.

Para vos demonstrar, então, de maneira mais eficaz meu infinito reconhecimento, prometo-vos propagar com zelo cada vez maior o vosso culto, fazer-vos amada por aqueles que não vos conhecem ainda e que não têm, como eu, a felicidade de ter experimentado vossa infinita benevolência. Prometo-vos auxiliar, segundo as minhas possibilidades, a manutenção do vosso culto e participar, sempre que possível, das cerimônias celebradas em vossa honra. Para tornar-me sempre mais digno do auxílio do céu e da vossa santa proteção, tomo a partir de hoje a resolução de cumprir com maior zelo e fervor os meus deveres cristãos.

Ó cara Santa Rita, a vós confio o cuidado de apresentar a Deus estas sinceras resoluções e de lhe agradecer por mim a graça generosamente concedida. Dignai-vos, enfim, não me desamparar jamais e continuai a dispensar-me vossa santa e ativa proteção, a fim de que possa um dia encontrar-vos no céu e dizer-vos melhor todo o meu reconhecimento. Amém!

Ladaínha

Senhor, compadecei-vos de nós !
Cristo, compadecei-vos de nós!
Senhor, compadecei-vos de nós !
Cristo, ouvi-nos !
Cristo, escutai-nos !
Pai celestial, que sói Deus, tende misericórdia de nós !
Filho, Redentor do mundo, que sois Deus, tende misericórdia de nós !
Espírito Santo que sois Deus, tende misericórdia de nós !
Trindade Santa, que sois um só Deus, tende misericórdia de nós !
Santa Maria,rogai por nós !
Santa Mãe de Deus, rogai por nós !
Santa Virgem das virgens, rogai por nós !
Santa Rita, sol luminoso para guiar ao porto da salvação, rogai por nós !
Santa Rita, intercessora dos aflitos, rogai por nós !
Santa Rita, Anjo de caridade, rogai por nós !
Santa Rita, serafim inflamado no amor divino, rogai por nós !
Santa Rita, modelo exemplar das esposas, rogai por nós !
Santa Rita, coroada com os espinhos de Cristo crucificado, rogai por nós !
Santa Rita, valioso auxílio em todas as necessidades, rogai por nós !
Santa Rita, sol brilhante da Igreja católica, rogai rogai por nós !
Pelo inexplicável gozo que tivestes no dia da vossa profissão, amparai esta súplica !
Pelas particulares consolações que gozou a vossa alma, amparai esta súplica !
Pelas graças que recebestes do Santíssimo Sacramento da Eucaristia, amparai esta súplica !
Pela cruz de um marido incompatível, amparai esta súplica !
Pelas dores crudelíssimas que sofreste em vossa fronte, amparai esta súplica !
Por todas as vossa tribulações, amparai esta súplica !
Pela vossa vida paciente, penitente e solitária, amparai esta súplica !
Vós, cujo coração foi um trono da majestade divina, amparai esta súplica !
Vós que, sendo uma criatura terrena, pareceis um querubim celeste, amparai esta súplica !
Vós que recebestes o poder de triunfar dos impossíveis, amparai esta súplica !
Vós que sois a consoladora dos necessitados, amparai esta súplica !
Vós que fostes assinalada com o selo de Jesus Cristo, amparai esta súplica !
Vós que tudo podeis junto a Jesus e Maria, amparai esta súplica !
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, perdoai-nos, Senhor !
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, ouvi-nos, Senhor !
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, tende misericórdia de nós !

V. – Assinalastes, Senhor, a vossa serva Rita.
R – Com o sinal de vossa caridade e paixão.

Oremos:

Deus, que vos dignastes conferir à Santa Rita tamanha graça que, havendo ela vos imitado no amor aos seus inimigos, trouxe no coração e na fronte os sinais de vossa caridade e sofrimento, concedei, nós vo-lo suplicamos, que pela sua intercessão e merecimento amemos os nossos inimigos e com espinho da compunção, perenemente contemplemos as dores de vossa paixão e mereçamos receber a recompensa prometida aos mansos e humildes. Amém.

 
Nos casos desesperados

Ó poderosa Santa Rita, chamada de Santa dos impossíveis, advogada dos casos desesperados, auxiliar na hora extrema, refúgio na dor, e salvação para os que se acham nos abismos do pecado e do desespero, com toda a confiança, no vosso celeste patrocínio, a vós recorro no difícil e imprevisto deste caso que dolorosamente me aflige o coração.

Dizei-me , Santa Rita não quereis auxiliar e consolar?

Afastarei o vosso olhar piedoso do meu pobre coração angustiado? Vós bem sabeis, vós bem conheceis o que seja o martírio do coração.

Pelos sofrimentos atrozes que padecestes, pelas lágrimas amargosíssimas que santamente chorastes, vinde em meu auxílio. Falai, rogai, intercedei por mim que não ouso fazê-lo ao Coração de Deus, Pai de misericórdia e fonte de toda a consolação, e obtende-me a graça que desejo. (Mencione-se a graça desejada).

Apresentada por vós, que sois tão cara ao Senhor, a minha prece será aceita e atendida certamente; valer-me-ei deste favor para melhorar minha vida e os meus hábitos, e para exaltar na terra e no céu as misericórdias divinas. Amém.

Pai-Nosso, Ave-Maria e Glória. (3x)

Fechar Menu