Setembro: Mês da Sagrada Escritura

Setembro: Mês da Sagrada Escritura

A Igreja no Brasil celebra no mês de setembro a nossa fonte da Revelação Divina: a Sagrada Escritura. Por isso, vamos falar um pouco sobre este tema. De onde vem a palavra “Bíblia” e o que ela contém?

A palavra “Bíblia” é um termo grego, plural de “biblós”, que quer dizer; livros. O nome expressa para nós, o Livro por excelência!

A Bíblia é o conjunto de livros, sim conjunto de livros, pois a Bíblia é uma biblioteca de livros sagrados, nos quais reconhecemos a inspiração divina. Divide-se a Bíblia em duas partes: o Antigo Testamento e o Novo Testamento [alguns sugerem que usemos, por respeito ao Povo de Deus, filhos de Abraão, o termo Primeiro Testamento]. O Antigo Testamento é comum aos judeus e cristãos, formado pelos livros inspirados antes da vinda do Messias, Jesus Cristo. Este é formado por grupos de livros sagrados: o Pentateuco [os cinco primeiros livros da Sagrada Escritura: Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio], Livros Históricos [que contam a história do Povo eleito: Josué, Juízes, Rute, Samuel I e II, Reis I e II, Crônicas I e II, Esdras, Neemias, Tobias, Judite, Ester, Macabeus I e II], Livros Proféticos [os profetas; ainda divididos em Profetas Maiores e Profetas Menores: Isaías, Jeremias (Lamentações), Baruc, Ezequiel, Daniel, Oséias, Joel, Amós, Abdias, Jonas, Miquéias, Naum, Habacuc, Sofonias, Ageu, Zacarias e Malaquias] e os Livros Sapienciais [Salmos, Eclesiastes, Eclesiástico, Sabedoria, Cântico dos Cânticos, Jó]. O Novo Testamento é formado por outro grupo: os Evangelhos [Mateus, Marcos, Lucas e João], Atos dos Apóstolos, as cartas [Romanos, Coríntios I e II, Gálatas, Efésios, Filipenses, Colossenses, Tessalonicenses I e II, Timóteo I e II, Tito, Filemon, Hebreus, Tiago, Pedro I e II, João I, II e III, Judas] e Apocalipse.

Assim temos uma lista de 45 livros sagrados no Antigo Testamento e 27 no Novo Testamento.

A Bíblia é o livro do qual foram copiados a mão e depois impressos mais exemplares em quase todas as línguas do mundo. O Antigo Testamento foi escrito em hebraico, exceto alguma pequenas partes que foram escritas em aramaico e uns poucos livros foram escritos em grego. O Novo Testamento foi escrito todo em grego.

 Fica uma pergunta: porque a Sagrada Escritura tem sua especial celebração pastoral no mês de setembro? No mês de setembro, dia 30, celebramos a memória de São Jerônimo [Eusébio Jerônimo Sofrônio]. A ele se deve a tradução, com o título de “Vulgata”, que se tornou a Bíblia oficial do cristianismo. Todo o trabalho de estudos e tradução foi feito a pedido do Papa São Dâmaso para que a leitura e catequese para o povo pudesse serem realizadas na língua comum que era o latim.

Cf. Dicionário de termos religiosos e afins. Ed. Santuário.
Os santos e beatos da Igreja do Ocidente e do Oriente. Paulinas.

Fechar Menu